:)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Estoque na despensa vale a pena?


Há alguns meses lembro de ter lido um post do Frugal Simple sobre economizar nos gastos de casa, mais focado em higiene e limpeza.

A dica é básica e muito útil: compre em atacadistas e faça estoque. Afinal, produtos de limpeza não
são perecíveis, e o prazo de validade costuma ser logo.

O que pra mim é óbvio, lógico, básico e faz total sentido.

Mas hoje me deparei com este vídeo do Gustavo Cerbasi.


Ele diz que temos o péssimo hábito de estocar, devido à época de hiperinflação e que hoje já não é mais necessário fazer isso.

Concordo em partes.

Faz sentido não estocar quando esse ato é feito de maneira leviana, usando crédito, cheque especial ou qualquer outra modalidade que faça a pessoa pagar juros.

Por outro lado, ao se programar e estocar certos produtos (os não perecíveis) quando estão em promoção, a economia gerada pode ser tremenda. Pois há diversos casos com diferença de até 5 reais de um mercado para outro sobre o mesmo produto.

Um exemplo aconteceu alguns dias atrás, quando fui ao mercado e quase pulei de alegria ao ver o preço do atum sólido enlatado por menos de 4 reais (hauhua nada me deixa mais feliz do que comida). Desde que comecei a prestar atenção de verdade no valor dos produtos que consumo, não lembro de ter pago menos de 5 reais em uma latinha deste nobre peixe supervalorizado.

Sei que não faz sentido estocar quando isso nos faz gastar um dinheiro que não temos, mas isso já não é óbvio? Uma das "regras de ouro" dos investidores inteligentes é, justamente, gastar menos do que ganha, afinal, gastando todo o salário não sobra dinheiro para poupar.

Vale a reflexão, nem tanto ao mar nem tanto à terra, o ideal é saber dosar e descobrir o meio termo para viver de forma saudável e sem neuras.

26 comentários:

  1. Muito bom seu post!! Aqui na minha cidade eu sempre vou no Pão de Açúcar caçar alguns produtos próximo ao vencimento kkk. É muito barato e o produto não vence assim tão rápido... até hoje eu não peguei nada estragado... tudo pela metade do preço ou até 1/3... ex: requeijão, chocolates, iogurtes, queijos importados, enlatados, etc... Outro dia eu comprei uma peça inteira de presunto por R$ 2,00 (é sério)... o produto durou uns 2 meses em casa... e não estragou.. estava perfeito!! Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah eu sempre compro salame quando está perto da validade, porque o preço cai muito xD

      Excluir
  2. hehe, qd vejo uma latinha destas de atum neste preço compro logo umas 5.
    eu tenho o hábito de estar sempre indo aos supermercados e horti-frut, assim sempre pego as promoções do dia.
    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei 6 (porque era promo de leve 3, pague 2). Voltei no dia seguinte para pegar mais e já tinha acabado =(

      Excluir
  3. Não vi o vídeo do Cerbasi então não sei qual argumentos ele usou, mas eu estoco sem dó quando vejo uma boa oportunidade.

    Certa vez vi pasta de dente Colgate 50g por R$ 0,99, sendo que eu nunca tinha visto esse produto por menos de R$ 1,50, então comprei 12 logo, que já vem durando mais de um ano.

    A economia foi boba, aproximadamente R$ 6,00, mas o que mais me motivou a me estocar foi o fato de que "acabou a pasta de dente!" se tornou um problema a menos na minha vida durante um ano, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahah sim!
      O lance não é apenas o valor em dinheiro que economizamos, mas o fato de não precisar se preocupar com determinado produto por um longo período.
      Ainda mais se é algo que falta e preciso urgentemente, nesse caso é o contrário, a urgência me põe em risco de pagar muito mais caro.
      Aqui os produtos de higiene pessoal estão sempre estocados também.

      Excluir
  4. Também não vejo nenhum problema em estoques de pequena monta, para o mês ou o seguinte, ou no caso de produtos de longa validade até 6 meses, desde que você disponha do espaço é claro. A incidência de juros sobre este estoque tem impacto praticamente irrelevante. O problema esta nos extremos, existe um programa na tv a cabo chamado cupom mania, nele são mostradas historias de famílias americanas que compram com descontos de até 80%. Uma vez mostrou um jovem universitário que comprou o equivalente a 11 ANOS de sabão líquido para roupas porque estava barato, o maluco comprou prateleira e literalmente encheu a sala de estar de sabão pela economia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esse programa, porque as pessoas são muito loucas, hhahaha.
      Uma vez achei muito legal o que um dos participantes fez: lotou praticamente dois carros inteiros com diversos produtos e doou tudo para uma espécie de orfanato. Achei bacana. Tudo isso pagando uns 3 dólares.

      Excluir
  5. Ryca, acho que não é bem assim. Estocar produtos é como estocar dinheiro na prateleira. Se você consegue um investimento que renda mais que a inflação, faz mais sentido comprar o que precisa e investir o restante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E se o desconto do produto for de 30% e você vai consumir em um ano? Você consegue alguma RF que renda isso? Acho que não... Tem que comparar com RF, porque com RV não vale, não faz sentido, já que o produto estará lá com seu valor fixo em sua prateleira... Agora se houver deflação você perdeu dinheiro (deflação mesmo, e não desinflaçao), agora a chance de isso ocorrer no Brasil é a mesma que a deu ganhar na mega da virada... Abração!

      Excluir
    2. Interessante os dois pontos... mas ainda acho interessante estocar. Até porque só faço isso quando o desconto se mostra realmente interessante, como no caso de produtos de uso diário que não posso ficar sem e que estão com um preço mais baixo do que o encontrado nos últimos 3~6 meses.
      Além do mais, esse hábito me permite, inclusive, economizar nas idas ao supermercado. Logo, menos combustível gasto e menos chance de ir ao mercado e acabar comprando coisas desnecessárias (pois eu adoro "passear" por todos os corredores dos supermercados, rs).

      Excluir
  6. Concordo com você Ryca, o Cerbasi teve como foco aquela galera que viveu realmente a época da Hiperinflação e de fato conserva um mau hábito de estocar desnecessariamente, mas pelo menos a minha geração não presenciou isso de fato, ou não se lembra direito e acaba que tem o hábito contrário de não estocar nada e comprar tudo quando precisa, são gerações diferentes, o meio termo como você disse seria o ideal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O lado ruim de comprar só quando precisa, é que muitas vezes compra no "mercadinho do bairro".
      E acho que é justamente por isso que existem muitos e são tão lucrativos. É tudo superfaturado e eles se "alimentam" dos que não se planejam, rs.

      Excluir
  7. Olá Ryca,

    Acho que vale a pena sim em alguns casos.

    O caso mais clássico é: Promoção de cerveja.

    A galera compra várias caixas, o problema é que por ter várias em casa acaba tomando mais do que a conta rs.

    Mas, tudo que economiza e não prejudica nossa vida, vale a pena sim.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, eu não bebo cerveja, então só fico analisando curiosamente quando vejo essas promoções e como as pessoas ficam loucas, rs.

      Essa mania de consumir mais porque tem mais em casa eu vejo com meu namorado. As guloseimas que ele compra no mercado são consumidas logo que ele chega em casa. Eu compro pensando que em algum momento daquele mês sentirei vontade de comer aquilo, então acho estranho, rs.

      Excluir
  8. Oi Ryca! Comida barata é uma felicidade mesmo.

    Mudando um pouco de assunto, uma mulher gostaria de ter um namorado liberal que sempre demonstrasse amor por ela? Aquele cara educado, que faz mimos, que cuida e é mais liberal que a maioria dos homens.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, desde quando virei conselheira amorosa? hauhauh
      Não posso responder por todas as mulheres do mundo, as pessoas são diferentes. Se você é desse jeito, sugiro que procure uma pessoa que goste desse seu jeito :)

      Excluir
  9. Ryca,
    Eu pratico essa idéia de comprar aquilo q esta em promoção se for necessário.
    A dias fui a supermercado e estava certo café famoso com 2 reais de desconto e um senhor comprou pra mais de 50 caixas, eu me contentei com 5 apenas, e sei q vai durar pelo menos 4 meses.
    Agora ha quem adore comprar qualquer coisas basta estar em promoção.
    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oloko, 50 caixas? será que ele vende cafezinho? hahahah
      Eu não compro só por estar em promoção (no supermercado, pois em loja de roupas era assim antigamente, rs), eu compro mais quantidade se é algo que eu já queria e está em promoção, rs.

      Excluir
  10. Ryca, perfeita a "intervenção" nem 8 nem 80, temos de analisar o caso concreto e de fato, seguindo a regra de ouro, com certeza não terá problema algum!
    abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo tem que ser o meio-termo, né? Até a gente tem de ser maleável (tentando internalizar que eu preciso ser mais flexível com as pessoas, rs).

      Excluir
  11. Ryca,

    Boa reflexão!! Eu mesmo sou daqueles que fazem estoque quando tem algo em promoção (com prazo de validade longo ou que não seja perecível)!

    Abraço!

    Ah, depois me dá uma forcinha ai! Estou começando na "blogosfera" agora: http://investidorpersistente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Estou te adicionando à minha lista de blogs.

    Pode me dar uma ajuda? Como vc fez para colocar o banner do adsense lá em cima?!?! rsrs

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi IP!
      Te add no blogroll já! (eu acho, pelo menos era pra estar ali, rs)
      Pra colocar o banner eu adicionei um gadget na parte do layout que tem dentro do blogger.
      Adicionei um gadget de HTML/Javascript e colei o código do adsense ali dentro. Pronto :)

      Excluir
  13. Olá Ryca! Muito obrigado pela citação.
    O link foi alterado e agora é esse: http://frugalsimple.net/savingmoneywholesale/

    Estou traduzindo o blog para o inglês aos poucos, para me forçar a ter essa tarefa de escrever em inglês.
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados. Não falte com educação :)